Santo Augusto Urgente! Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Polícia prende suspeitos em operação contra tráfico de drogas no RS   I    Homem morre eletrocutado em Santa Rosa   I    Quadrilha de Carazinho é apontada como autora de ataques em Ijuí   I    Homem de 29 anos é morto a tiros em Sapucaia do Sul   I    Explosão em posto de combustíveis em Caxias do Sul mata uma pessoa
3 de junho de 2019

Alvo de operação que resultou em morte de policial em Pareci Novo é preso

A Brigada Militar prendeu na noite de domingo (3) o homem que era alvo de uma operação, que ocorreu em maio do ano passado, em Pareci Novo, e que resultou na morte de um policial. O foragido Valmir Ramos, de 42 anos, foi encontrado em Canoas e possuía quatro mandados de prisão.

Segundo a BM, Valmir foi preso quando policiais realizaram uma abordagem em um veículo suspeito, que estaria aguardando o recebimento de uma carga de drogas. Outros três homens também foram presos.

Além disso, foi encontrado, no interior do carro, aproximadamente 10 kg de drogas, diversos celulares, dinheiro, e uma pistola calibre 9mm.

Em 2 de maio de 2018, o policial civil Leandro de Oliveira Lopes, de 30 anos, estava na operação com outros policiais quando os suspeitos reagiram e entraram em confronto com a polícia. Na troca de tiros, Leandro acabou sendo atingido por um disparo de fuzil.

No mês passado, a Justiça determinou o arquivamento da investigação sobre a morte do policial. A decisão atendeu um pedido do Ministério Público. Segundo a juíza Priscila Gomes Palmeiro, da 1ª Vara Criminal de Montenegro, todos os indícios apontam que o tiro fatal partiu de um dos policiais.

Leandro de Oliveira Lopes foi morto por bala de um fuzil 556, conforme apontou laudo de balística, informou a polícia — Foto: Reprodução/RBS TV

Leandro de Oliveira Lopes foi morto por bala de um fuzil 556, conforme apontou laudo de balística, informou a polícia — Foto: Reprodução/RBS TV

Denúncia contra os alvos da operação

A juíza também recebeu, no mês passado, a denúncia contra a dupla alvo da operação policial que terminou na morte de Leandro.

Paulo Ademir de Moura, que havia sido preso dias depois da troca de tiros em uma casa na ERS-484, em Maquiné, no Litoral Norte, e Valmir Ramos, viraram réus e vão responder por tentativa de homicídio qualificado (24 vezes), posse irregular de arma de fogo e munições, posse de drogas para consumo próprio e roubo.

Policiais civis em local próximo de onde inspetor Leandro de Oliveira Lopes foi atingido com um tiro no Vale do Caí — Foto: Paulo Ledur/RBS TV

Policiais civis em local próximo de onde inspetor Leandro de Oliveira Lopes foi atingido com um tiro no Vale do Caí — Foto: Paulo Ledur/RBS TV

Relembre o caso

No início da manhã do dia 2 de maio de 2018, os policiais realizaram a operação contra uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas e homicídios, no limite entre São Sebastião do Caí e Pareci Novo, a cerca de 60 km de Porto Alegre.

Os criminosos reagiram ao cumprimento da ordem de prisão e atiraram contra os investigadores. Leandro usava colete à prova de balas, mas acabou atingido. Ele foi socorrido, mas não resistiu. Os dois suspeitos conseguiram fugir pelos fundos do sítio.

No dia 19 de maio, Paulo Ademir de Moura foi preso em uma casa na ERS-484, em Maquiné. Ele tinha cinco mandados de prisão contra ele, sendo quatro por homicídios e um por roubo.

Valmir Ramos era o alvo do mandado de prisão que levou a polícia até o sítio onde aconteceu troca de tiros. Ele havia fugido de uma delegacia em São Leopoldo, na Região Metropolitana, após ser preso com um carregamento de drogas.

Leandro foi policial militar por cinco anos. Em 2013, passou no concurso da Policial Civil, mas só foi chamado em dezembro de 2017. Ele atuava na Delegacia de Homicídios de Canoas, na Região Metropolitana. O policial deixou a mulher e uma filha de sete meses.

Fonte: G1/RS

Notícias Relacionadas

  • Casa é consumida por fogo em Corone...

    23 de janeiro de 2020
  • Polícia prende suspeitos em operaçã...

    22 de janeiro de 2020
  • Homem morre eletrocutado em Santa R...

    21 de janeiro de 2020
  • Quadrilha de Carazinho é apontada c...

    21 de janeiro de 2020

NOTÍCIAS

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

Entre em contato conosco



(55) 9 84034561 / (55) 9 96195305 Santo Augusto/RS / CEP: 98590-00
Copyright 2017 ® Santo Augusto Urgente - Todos os direitos reservados